Romaria sem fogos, cidade feliz!

Em Sorocaba, interior de São Paulo, acontece duas vezes ao ano a Romaria de Aparecidinha. Caracterizada por atrair muitos fiéis, a procissão transporta a imagem de Nossa Senhora Aparecida entre a Igreja de Aparecidinha e a Catedral Metropolitana de Sorocaba.

Porém, há algum tempo, os fogos de artifício utilizados para essa comemoração atrapalha muitos moradores e animais da região. Por mais de 15 minutos, geralmente antes das 8h da manhã, a queima de fogos é iniciada, incomodando diversas pessoas, que protestam contra esse barulho.

Basta conversar com os moradores para verificar a quantidade de relatos de muitos bebês, idosos e animais desesperados por serem acordados com tamanho estrondo.

Em 2016 não foi diferente. No primeiro dia de janeiro, após um morador se manifestar e ocasionar briga, finalmente o padre José Antônio Leite de Oliveira, pároco do Santuário de Aparecidinha, informou que essa foi a última vez que os fogos foram utilizados na procissão.

Sem questionar a fé dos seguidores da santa e a tradição da cidade,  essa informação chega com um enorme alívio, já que existem outras formas de demonstrar a alegria por receber a padroeira do Brasil, sem a necessidade de assustar os demais.

Infelizmente foi necessário acontecer um desentendimento como esse para que fosse tomada alguma providência. Que fique de exemplo para outros locais e quem sabe um dia, os fogos sejam extintos de qualquer comemoração. Os animais agradecem e os amantes destes também.

Última queima de fogos na procissão de Aparecidinha (Foto: Pedro Negrão)
Última queima de fogos na procissão de Aparecidinha (Foto: Pedro Negrão)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *